quinta-feira, 15 de junho de 2017

Dublin #3

No dia de hoje vamos aprender...
Sempre quis fazer um vídeo com este começo que todos os blogueiros fazem. Sempre começa com "No dia de hoje".

Bem, bem bem...É legal viajar? É sim, senhor. Mas antes de viajar vem a parte do planejar, que de fato é a parte mais mala (manja o trocadilho). Se for ficar um tempo na cidade tem coisas que precisam ser levadas em consideração.

Vou usar Dublin como exemplo.

Moradia: O mundo fala que é difícil encontrar moradia e etc. É um pouco, sim. Nada impossível. O problema é que todo mundo quer morar no centro. Aí, meu amigo, ou você é rico e aluga um lugar para chamar de seu, ou divide com 1983772 pessoas e um banheiro. Depende do seu grau de vontade$ de dividir sua privacidade.
Média dos aluguéis para dividir com um número indeterminado de pessoas - 330 euricos - No seco? às vezes inclui contas, mas outras não. Aí você põe mais 30 pilas. Internet aqui é bem barata. Telefonia no geral também.

Comida:  Ruim. Bom, deixa eu retirar os pêlos do coração. Pronto. Comida ok. Você acha um arroz bastili (parecido com o brasileiro), frutas, legumes e verduras num preço honesto, feijão ruim de lata num preço justo. Agora sobre o churrasco, esquece. Não terá. Carne? Esquece! Se você vem no modo econômico, vira artigo de luxo. Aquele bifinho bandejinha que a mamãe compra e faz acebolado, aqui custa em média 9 euricos. Não converte para não chorar.
Devo dizer que alimentação, pelo menos pra mim, tem sido uma boa despesa.
Outra coisa, fuma? Pare! Simplesmente pare! 11,30 euricos. Correspondente a duas paints. E se pensar em vigem...3 maços de cigarro = passagens para Escócia. Você quer ter câncer de pulmão ou viajar para Escócia?

Roupas:   Ah, chegando lá você compra! Hum, então, não é bem assim. Tem a Pennys (adoro o nome!). É barato? Sim, é. As roupas são legais? Hummmmm, não. Básico!
Comprei uma legging por lá que em 24 horas de uso já rasgou. Uso de pijama. Custou 3 euricos. Converte que é barato, meu povo. Mas a qualidade não é das melhores, não.
As demais lojas seguem o fluxo do Brasil. Coisas legais aqui você acha em brechó. Sim, seja vintage! E são brechós bem, bem, bem, legais.
Levo casaco? Não. Aqui vai precisar de um de chuva. Chove todo dia, não sei se mencionei.
Levo minhas roupas de frio? Se vier no verão, suas roupas de frio do Brasil servem pra cá. Olha que maravilha. Verãozão de 15 graus!

Transporte:  Luas, Darts, ônibus e bike. Ah, vou ser europeu e sair de bike por aí. É legal porque a cidade é pequena e plana. Mas você precisa ser resistente ao frio, chuva e vento. Vento aqui é um negócio sério, meio que te arrasta mesmo. Além disso, precisa conhecer as normas de trânsito e condicionar o cérebro à mão inglesa. Uma bike custa em média 120 euricos (uma boa!), você vai até achar por 50, mas não dura muito e a manutenção pode ser constante, tem que colocar na ponta do lápis. Se você for morar no centro e fazer tudo no centro, tem as Dublin bikes.
O busão é cobrado por trecho. Então você entra e fala pro motorista pra onde você vai. Lembrando que não existe trôco. Ande com moedas ou faça um leap card.
Uber não é uma opção em Dublin, mais caro que táxi. Tem algumas questões políticas envolvidas, logo o pessoal daqui não usa.

Passeios: Tô morando nesta bagaça e quero passear. Em média 25 euricos. Não sejam as pessoas que andam no busão turístico e depois dizem que conhecem a cidade. Andem, amores, só andem. Saiam do centro. Peguem o rio Liffey e siga o fluxo. No caminho vai encontrar coisas legais.
Eu não sou guia turístico. O que fazer em Dublin tem em qualquer site. Não seja preguiçoso!






2 comentários:

Silvio Santos disse...

Porra comenta sobre os lugares turísticos aí rsrsrs... Confessa que vc já foi na porta da casa do Bono

Vivi disse...

Oi, Sil! Tô aqui para esta patifaria de passeio, não. Moro bem próximo de onde o Bono nasceu, mas ainda não fui. E ele nem fica por aqui, não vale a pena acampar na casa dele. Bj