sábado, 30 de outubro de 2010

Brazil

Alguém que ri para o povo e acena o tempo todo com as mãos, amanhã rirá de você e roubará o seu suado dinheiro.

Amanhã tenho que ir para uma festa ridícula chamada festa da democracia.
Democracia? Que democracia é essa? Democracia de gente banguela que vota por uma dentadura nova, vota por um pedaço de pão e luz pra todos em sua casa.

Política para os muitos que acreditam que alguém consiga salvar este país.
Brasileiro é feliz. Eu já questiono esta frase. É feliz mesmo? Ou ri por demência.
Levam nosso dinheiro na cueca, no sapato, na puta que o pariu e ainda nos pedem para que os escolhamos para continuarem a entrar em seus jatinhos e desinfetarem suas mãos toda vez que aperta a mão de um pobre.

Aproveitem, agora será a última vez que chegarão perto daquele que governará o país.
Quando se chega ao poder, não se vê quem está embaixo.

Tenho vergonha de ser brasileira. Tenho vergonha do jeitinho que se dá nas coisas. Tenho vergonha da "expertesa" (sic). Tenho vergonha até das mulatas que rebolam a bunda no carnaval e trás milhares de turistas porque as mulheres brasileiras são calientes, vugo fáceis.

Vou votar sem emoção. Vou votar porque sou obrigada. Porque das duas opções que me restaram, nenhuma me inspira confiança ou consegue pelo menos me enganar de que serão diferentes dos demais.

Vou sorrir com meus dentes amarelos e naturais, porque ainda não preciso de dentadura. Mas posso afirmar que PT ou PSDB, se eu precisar de uma dentadura no ano de 2015, terei-a o mais breve possível.

Brasil, lugar de gente feliz.

Nenhum comentário: