quarta-feira, 25 de fevereiro de 2009

E tudo acabar na quarta-feira...

Eu gosto do carnaval. Gosto da energia, da festa, das fantasias, dos beijos na boca descompromissados.
E depois de quatro dias atrás do bloco, hoje ao ir para o trabalho, só pensava na música do Tom Jobim, letra de Vinícius:

A felicidade do pobre parece
A grande ilusão do carnaval
A gente trabalha o ano inteiro
Por um momento de sonho
Pra fazer a fantasia
De rei, ou de pirata, ou jardineira
E tudo se acabar na quarta-feira.

Tudo se acabou na quarta-feira.

A caixa de e-mail contabilizava cem e-mails não lidos. E que numa quarta-feira de cinzas continuaram sem serem lidos.

E chego a conclusão que preciso de mais carnaval na minha vida. Ou se preferir, preciso do espírito do carnaval.

E enquanto "trabalhava", lembrava de outra música:

Alô, Rio de Janeiro - aquele abraço!
Todo o povo brasileiro - aquele abraço!
O Rio de Janeiro continua lindo
O Rio de Janeiro continua sendo
O Rio de Janeiro, fevereiro e março…

Apesar da sacanagem com os paulisssstasss, obrigada Rio. Aquele abraço!

Nenhum comentário: