quarta-feira, 7 de janeiro de 2009

Não é tão amigo

O tempo, definitivamente, não foi amigo de Mickey Rourke.
Em 1986 o cara arrancava suspiros da mulherada. Cara de cafajeste, ollhar misterioso, enfim, sonho de consumo.
Em 86 eu não tinha idade para assistir 9 semana e meia de amor. O filme era tão comentado, que assim que eu tive idade para ver, aluguei a fita. Perto do que passa na televisão hoje, o filme era fichinha.
Hoje me deparei com uma foto do ator. Mickey Rourke não causaria arrepios nem na tia Nalva (frequentadora de salas de bate papo).
Depois de apanhar muito nos ringues, nem as plásticas deram jeito. Agora ele interpreta um lutador em The Wrestler que estréia no Brasil em 6 de fevereiro.
Pra mim ele pode ficar com toda a roupa, e se possível, com um chapéu também.
Ao ser questionado sobre a perca do status galã, deve dar a seguinte resposta: "O tempo me deu sabedoria e experiência". Só isso, diga-se de passagem.

Um comentário:

Rodrigo Borges disse...

Veja as fotos dele no novo (e elogiado) filme, O Lutador. É uma das figuras mais bizarras da história do cinema.