domingo, 13 de julho de 2008

O mundo das gostosas

*Este é um texto feminino


Quando eu ainda era apenas uma estudante bochechuda do ginásio, eu acreditava que assim como o patinho feio, eu ficaria bonita e iria me vingar de todas as gostosas que me humilharam durante todo o ginásio. Doce engano. Cresci, e nada mudou.

Em algum momento da sua vida é necessário escolher. Pode-se ser popular, linda e gostosa, ou, impopular, feia e com um certo intelecto.
Malhar era algo completamente fora de cogitação, na verdade ainda é. Abracei meia dúzias de livros, e decidi conquistar meu espaço. Fingindo ser inteligente.

Acabo de visitar o orkut das gostosas da época do colégio. As malditas continuam gostosas. Na verdade estão melhores do que nunca.

Depois disso corri até o espelho e admirei por alguns minutos aquela maldita ruga que descobri no dia do meu aniversário.

Levantei a blusa e contei quantas celulites habitam minha barriga. Percebi que seria humilhante chegar a um número exato. Passei a contar estrias. Foi menos humilhante.
Pensei no bisturi.
E se eu tirasse daqui e colocasse em outro lugar
? Ou eu poderia jogar fora mesmo. Assim como fazem com carne gordurosa.

Olhei, olhei, olhei de novo. Não está tão ruim assim, Viviane. Ainda há o seu charme irresistível. Qual era mesmo
?

Tem dias que o charme não compensa. Queremos mesmo é sermos bem gostosas. Queremos parecer com a mulher da capa da Boa Forma e andar de biquini pela praia sem o auxílio da canga para esconder as imperfeições.

No fundo, bem lá no fundo, toda mulher quer ser gostosa.
E como nem todas são, falam que as gostosas são burras. Afinal de contas, já são gostosas, não precisam mais que isso.
Deus seria muito injusto se todas as gostosas fossem inteligentes. Há aquelas malditas que conseguem as duas coisas. Assim como há as feias que são burras.

Pouco importa o resultado do seu QI, minha cara.
Quando você está sozinha no banheiro, em momento algum você pensa em algum filósofo alemão, ou um físico armeno, ou qualquer pensador. Você olha para a sua bunda e quer mesmo que ela seja maior e mais durinha.

Riu, né
? É a mais pura verdade!

6 comentários:

SDC disse...

Oi Vivi

Vendo sua foto e seus txt, é difícil te imaginar com estas preocupações, mas humano é humano.
Com os homens não é muito diferente, todos querem ser queridos e notados,
mas como disse o poeta, é bonita, e dai ? Beleza é fundamental, no máximo entre o início do jantar e a saída do motel.
Abç

Surtada disse...

Ai...a verdade dói!! Mas não se pode ter tudo né? Que tal meio gostosa, meio inteligente e totalmente bem humorada!!
É o jeito né?
Abs.

Let´s disse...

Uma vez, perguntaram ao Luiz Fernando Guimarães o que ele gostaria de ser. Ele respondeu: "Eu queria ser lindo". Ri à beça, mas às vezes me pego pensando assim também. Sabe linda?? Maravilhosa? Então, mas beleza vai embora, Vivi. Gostosura também, pq a bunda cai. No entanto, compartilho de seus devaneios.
Ah, mude meu endereço aí do lado pq eu mudei de casa:
letrasdelets@blogspot.com
Bjos

Finito Carneiro disse...

Pinto também cai. E vai chegar um momento em que não levantará mais.

Roca Just disse...

Inteligência é afrodisíaco, e vc sabendo usá-la... Se torna irresistível!

Marcos Bonilha disse...

Mulheres e suas eternas preocupações.

Pode apostar que as tais gostosas estão insatisfeitas também, mas com a vantagem do intelecto, na maioria, estar lá embaixo.

D-U-V-I-D-O que você esteja do jeito que descreveu, mas, enfim, vocês foram, são e sempre serão insatisfeitas com o corpo. hehehe

Beijos