segunda-feira, 7 de dezembro de 2009

O tempo

Fazia tempo que não escrevia aqui. Já tinha até esquecido da existência do blog.
Mas depois de ler um texto do Alê, lembrei do blog.

Comecei a escrever em 2005. O motivo? Um carinha que me apaixonei que tinha blog. Era uma maneira de mostrar para ele que tínhamos muita coisa em comum. E foi através do tal carinha que conheci o Alê.

O cara é muito bom no que faz. Acompanhei diversas tentativas de blog até ele chegar no Poltrona.
Ficamos noites e noites conversando. Eu sofria de insônia, ele também. Me deu conselhos, interferiu na minha vida, assim como eu na dele.

Fui conhecer o Alê pessoalmente no nascimento do filhote dele. Engraçado visitar o filho de alguém que eu nunca vi. Mas isso não foi problema. Sua esposa foi de uma simpatia ímpar, e o filhote era lindo e saudável.

Hoje me dei conta que isso faz 3 anos.

Fiquei triste em ler o último post do Alê. Cara, não deixa a peteca cair. Torço muito, muito, muito, por você.

2 comentários:

Ale Rocha disse...

Vivi, não fique triste. O objetivo não é esse, mas sim compartilhar com quem me acompanha o que passo. Uma satisfação a quem confia em mim. Não posso deixar as pessoas sem notícias.

Let´s disse...

Vivi, faz três anos que frequento os dois blogs. Não conheço o Ale nem vc pessoalmente mas, de alguma forma, fazem parte da minha vida através de seus escritos. Na torcida sempre por você e por ele. O post dele também me deixou com lágrimas nos olhos.
Bjos!