segunda-feira, 7 de abril de 2008

Leitura nele

No próximo sábado vai ao ar, no Caldeirão, a competição entre a dupla Zezé Di Camargo e Luciano contra Dani Bananinha no quadro Soletrando.
Zezé Di Camargo fugiu da escola e nunca mais voltou.
Em menos de dois dias o ouvi dizer que tinha dificuldades com diversas matérias.
No programa em que a Eliana dedinhos comanda aos sábados, disse que não era bom em matemática.
Ontem, durante uma matéria para o Fantástico, disse que não era bom em Geografia.
E sábado que vem, provará que o Português também não é o seu forte.
O desafio era soletrar palavras que estivessem nas letras de suas músicas. E a produção sacaneou: Obsessão. Palavra que no dicionário de Zezé se soletra "o-b-s-e-ç-ã-o".
Bem, vou tentar defender Zezé. A palavra obsessão está na letra de uma música chamada "Dou a vida por um beijo", e esta música não foi escrita por ele. Sendo assim, ele não tinha obrigação nenhuma de saber soletrar. Tá bom, não tem desculpa.
Acredito que ele deveria seguir o bom exemplo de Luciano que é um voraz leitor de Platão, Thales de Milleto, Galileu Galilei, Immanuel Kant e outros filósofos. Luciano afirma ler Kant, palmas para ele. Eu não consigo ler um texto inteiro sem recorrer ao menos vinte vezes ao dicionário.
Enquanto Luciano lê a fina nata da Filosofia, Zezé Di Camargo se diz um leitor fiel de Paulo Coelho. Acho que isso explica.

Um comentário:

Don Rodrigone disse...

e ele segue sem pobremas com seu milhões em quanto a gente fica aqui com noças dificulidades toda, né memo? É o amor...